Segunda-feira, 2 de Dezembro de 2013

v e r s í c u l o s ...

 

qualquer que seja a cor do sangue... do sonho... das memórias que se fizeram lentíssimas na boca dos amantes... qualquer que seja o nome das manhãs de paz adocicadas por esses olhos afrodisíacos que brilhavam como estrelas quase adormecidas… qualquer que tenha sido a palavra eleita por todas as outras, proferidas com a doçura das tardes de Domingo, rendidas nas tuas mãos. qualquer que possa vir a ser o corpo ou o lugar. qualquer que tenha sido o perfume. qualquer que tenha sido o poema ou verso onde calar, gritar… a dormência, a excitação da alma ou - quem sabe - sermos apenas a distância entre a morte e a ressurreição de tudo quanto possa vir a ser um céu coberto de pássaros trémulos… pairando sobre os corpos com sede de amor: esse rio prometido a transbordar nas margens da tua boca… beijada pelo Deus dos deuses do éden onde se cumprem os mais sagrados versículos…

 

 

 

imagem: Charlie Terrell

publicado por Latitudes às 00:16
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Angell a 15 de Janeiro de 2014 às 16:16
Breves são as memórias nas bocas dos amantes...

qualquer que tenha sido
(a palavra eleita)

qualquer que seja
o que quer que seja
onde seja

que seja corpo
que seja lugar
que seja abrigo
(para ficar)
que seja rio prometido
a transbordar...

...ou simplesmente margem
na tua boca
onde possa abarcar.

Consagremos os versículos
ainda que breves (as memórias)...

entre a morte e a ressureição
que se cumpra o Amor!

Comentar post

.João Ramos


. ver perfil

. seguir perfil

. 5 seguidores

.pesquisar

porque a riqueza está
na diversidade...
não à uniformização...
"as imagens possíveis.../ neste lugar ao sul no meu/ interior nordeste/ uma viagem à minha / geografia interior/ lugar onde sou e que sou, sempre!.../ ainda que em Latitudes ausentes/ buscando uma longitude constante” Mário João Page copy protected against web site content infringement by Copyscape


.... com a ferramenta possível... possivelmente o melhor de mim

.arquivos

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.links

.Carmen Ayerra

fiquei deslumbrado com esta pequena bruxinha... mágica poesia que se lança como um feitiço aos olhares mais desencantados...
fado português... fado meu... vida minha...
RSS