Sábado, 30 de Abril de 2011

talvez amanhã...

 

...

meu Amor,

o Inverno ameaça resistir

e retardar a Primavera

o frio congela ainda as horas de amor

que florescerão em nós...

adias o tempo e os abraços

onde ficaremos perdidos

e sonhamos ainda com

a felicidade que regressará


talvez amanhã




imagem: Rima Salamoun

publicado por Latitudes às 22:44
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Nanda a 2 de Maio de 2011 às 22:57
...meu Admiravel Poeta nunca desistas dessa felicidade, que tenhoa certeza chegará amanhã...

Abraços
De Lampejos a 6 de Maio de 2011 às 05:00
---
tudo brilha...
o céu
teus olhos
o amor
tua poesia
.
minhas mãos – como asas – acariciam tua espera...


em teus (nós verbais) eu percebo tua espera...
e é uma espera luminosa e cheia de poesia
(nós de espera para serem desatados no encontro)

obrigada...
De Jaime A. a 21 de Junho de 2011 às 01:47
"as horas de amanã congeladas"... no entanto... há a esperança da Primavera e da felicidade...
Lindo!
De Latitudes a 24 de Junho de 2011 às 12:50
obrigado Jaime pela tua presença neste
congelado blogue onde quentes se guardam
Emoções Primaveris… Palavras Inverno
onde florida a Esperança… espreita
o Amor que resiste às horas que vamos
adiando… abraços perdidos
que fortes nos envolvem
e a nós regressam como amanhãs
encantados que nos orvalham
os olhos…

um abraço
De alice a 4 de Fevereiro de 2012 às 17:26
olá, joão :) escolhi este poema para publicar no manual de inquietura. informo que repetiu o artigo "a" antes da palavra "felicidade" :) beijinho*

Comentar post

.João Ramos


. ver perfil

. seguir perfil

. 5 seguidores

.pesquisar

porque a riqueza está
na diversidade...
não à uniformização...
"as imagens possíveis.../ neste lugar ao sul no meu/ interior nordeste/ uma viagem à minha / geografia interior/ lugar onde sou e que sou, sempre!.../ ainda que em Latitudes ausentes/ buscando uma longitude constante” Mário João Page copy protected against web site content infringement by Copyscape


.... com a ferramenta possível... possivelmente o melhor de mim

.arquivos

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.links

.Carmen Ayerra

fiquei deslumbrado com esta pequena bruxinha... mágica poesia que se lança como um feitiço aos olhares mais desencantados...
fado português... fado meu... vida minha...
RSS