Domingo, 17 de Maio de 2009

coração fértil...

 

meu coração tombado

em terra desconhecida…

a tua terra.

minha voz murmura

a quietude do teu corpo

…onde repetidamente

se lançam pólenes

que brotam de mim…

 

coração fértil...

minha terra afirma[Te] de ouro..

como searas onduladas pela brisa suave

que sopra de sul…

publicado por Latitudes às 23:04
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Nanda a 18 de Maio de 2009 às 12:56
...sublimes e indiscritivelmente belas as tuas palavras...
...mais uma vez a minha vénia a tão admiravel Poeta...
Abraços e flores
De Lampejos a 19 de Maio de 2009 às 03:11
...

Coração alado fertilizando no sol
... e na comunhão do corpo e da terra

a arte da palavra aberta
pólen e fogo sagrado...

ritual do primeiro murmurar da inocência.

[obrigada, Poeta]


(a)braços, flores,girassóis:)
De Nanda a 22 de Maio de 2009 às 14:09
As palavras...de indriscritivel beleza...as quais não mais consigo deixar de ler e reler...
nelas eu encontro algo que se identifica com o meu Ser e o meu Sentir...
é também com elas que muitas vezes encontro a Paz, Serenidade e Tranquilidade...
Uma vénia de profunda Admiração
ao meu Poeta preferido...
Abraços e Flores
De gabriela rocha martins a 22 de Maio de 2009 às 15:57
o domínio do verbo//verso continua inigualável
por aqui escreve.se POESIA a sério


.
um beijo
De ceu a 25 de Maio de 2009 às 21:08
Poeta de sonhos, recordaçoes, saudades, amores, inquietudes, inseguranças...mas sobretudo TALENTO...bjs e abraços
De manuela a 28 de Maio de 2009 às 00:01
...........porque a tua riqueza também está na tua facilidade de alcance(s) diverso(s) e universal... viva a tua universalidade e viva a vida! Parabéns! palavras... minhas? para quê? ...........
De gabriela rocha martins a 29 de Maio de 2009 às 12:25
do sul ,coração a norte .... belo!


.
um beijo

Comentar post

.João Ramos


. ver perfil

. seguir perfil

. 5 seguidores

.pesquisar

porque a riqueza está
na diversidade...
não à uniformização...
"as imagens possíveis.../ neste lugar ao sul no meu/ interior nordeste/ uma viagem à minha / geografia interior/ lugar onde sou e que sou, sempre!.../ ainda que em Latitudes ausentes/ buscando uma longitude constante” Mário João Page copy protected against web site content infringement by Copyscape


.... com a ferramenta possível... possivelmente o melhor de mim

.arquivos

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.links

.Carmen Ayerra

fiquei deslumbrado com esta pequena bruxinha... mágica poesia que se lança como um feitiço aos olhares mais desencantados...
fado português... fado meu... vida minha...
RSS