2 comentários:
De Anónimo a 21 de Novembro de 2007 às 01:45
Mário,

Que o belo se faça presente nas idas e vindas desses teus versos lembranças e histórias!
Envio a ti as sementes do sereno do lugar aonde estou.
Água cristalizada no vento.

P.S..:obrigada pelo comentário, Amei!

(a)braços poeta :)
De Anónimo a 21 de Novembro de 2007 às 02:00
Ops, esqueci de assinar, mas você já sabe quem sou!
Mais ...(a)braços :)

Comentar post