1 comentário:
De Angell a 15 de Janeiro de 2014 às 16:16
Breves são as memórias nas bocas dos amantes...

qualquer que tenha sido
(a palavra eleita)

qualquer que seja
o que quer que seja
onde seja

que seja corpo
que seja lugar
que seja abrigo
(para ficar)
que seja rio prometido
a transbordar...

...ou simplesmente margem
na tua boca
onde possa abarcar.

Consagremos os versículos
ainda que breves (as memórias)...

entre a morte e a ressureição
que se cumpra o Amor!

Comentar post