Quinta-feira, 10 de Maio de 2012

[d e s] c r e n t e ...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

será deus a maior invenção da humanidade

ou a maior decepção da sua própria criação?

 

inventámos um deus másculo, branco… quase santo…

no entanto…  eu: Ateu… quase humano, quase deus -

à sua semelhança feito - quase perfeito…

ostento a imagem de alguém que cria

terá que ter ventre, seios e magia... suficiente

para me converter num seu cego

súbdito crente...

 

e porque o [des]crente duvida

até da sua própria fé

e a incerteza sempre será fundamental

para descodificar o bem e o mal

assim, digo ao desconhecido

e pouco convencido..

que...

 

se algum deus houver…

terá que ser mulher!!!

 

 

 

imagem: Gabriel Velxio

publicado por Latitudes às 11:38
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Ana Almeida Santos a 18 de Maio de 2012 às 18:59
fuck
De Anónimo a 9 de Junho de 2012 às 05:31
[Maior que nós...]

Se necessitas ainda de uma forma humana para Deus senão pelos campos verdejantes
pelas ondas espumadas dos mares
pela perfeição do funcionamento do cérebro humano pela teoria da relatividade de Einstein
que...ele próprio..gênio...sabia de Sua existência então tente imaginá-lo mulher mesmo..que a tua pouca fé o imagine sob a forma de branco...barbudo e velho

Somos suspeitos ao falarmos do Criador
pois ainda somos guiados por
paixões...mesquinharia...inveja...e egoísmo....
...tentamos então trazê-lo para perto de nossa pequenez...e nos sentimos próximos dEle com um nivelamento absurdo e limitante...

Se a grandiosidade de seu projeto ainda mereça questionamento..que seja para avançarmos em outros aspectos menos mundandos que a forma

Deveríamos saber...se alguns são negros e miseráveis e sorriem... outros morenos... olhos amendoados e meditam...
e outros brancos...olhos azuis...fortes e tão cegamente pretensiosos....
níveis infinitos de gradações e nuances só explicadas pela oportunidade de experimentação ao longo da eternidade
do aprendizado e fortalecimento trazido pelas variáveis das vidas sucessivas....
Lá ou cá...
pobres e ricos...
negros...caucasianos...indus..nórdicos
não se imponha definições de si mesmo ou dos outros habitantes do Orbe
caso não compreendas que estamos em plena experimentação..na escola a nível em que precisamos cursar...pois que noutra vez...estivemos aprendendo outra história de nós mesmos

Então...meu querido....o Deus que buscas te frustrará por não ser assim...tão próximo de ti...mas busca em tuas entranhas as respostas d'alma que está destinada a ser luz...pelo simples fato de que temos um caminho...e que somente precisamos querer trilhá-lo com a íntima certeza de que Deus...jamais sai de nós...por sua total integração com a obra da VIDA!


....
De anonimo a 9 de Junho de 2012 às 21:50
ola
De Ceu Dias a 2 de Julho de 2012 às 13:31
Obrigada poeta pela parte que me toca, pela tua sensibilidade e por continuares com essa originalidade que te caracteriza..., beijos e abraços
Céu Dias

Comentar post

.João Ramos

.pesquisar

porque a riqueza está
na diversidade...
não à uniformização...
"as imagens possíveis.../ neste lugar ao sul no meu/ interior nordeste/ uma viagem à minha / geografia interior/ lugar onde sou e que sou, sempre!.../ ainda que em Latitudes ausentes/ buscando uma longitude constante” Mário João Page copy protected against web site content infringement by Copyscape


com a ferramenta possível... possivelmente o melhor de mim

.arquivos

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.links

oferecido por...(clica no selo)

.Carmen Ayerra

fiquei deslumbrado com esta pequena bruxinha... mágica poesia que se lança como um feitiço aos olhares mais desencantados...
fado português... fado meu... vida minha...
RSS