Sábado, 29 de Novembro de 2008

Lugar sem nome...

só...
com os teus
silêncios cansados
de sentir
gritos
que do além
nos trazem essas longas noites
e dias de nada...
existes!
nesse reencontro
contigo...
esse Lugar a quem
nenhum nome
mudará a sua ímpar
existência

publicado por Latitudes às 22:48
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 19 de Novembro de 2008

A m o - t e !...

 


Amo-te!

o meu pensamento

é para ti frequentemente

Luar nocturno;

Flor ao sol de Primavera

enquanto sonho e durmo;

Campo de odores silvestres

onde me calo para não perturbar…

o que és. o que amo.

o que quero, enfim, sentir


enquanto dure...




imagem: Ivan Palis

publicado por Latitudes às 21:34
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Domingo, 16 de Novembro de 2008

palavras...

quantas vezes, os nossos olhos se enganam
mais que os nossos corações...
porque, em certas ocasiões, há actos
que fazem das palavras...
todas as tempestades do mundo

publicado por Latitudes às 11:44
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 15 de Novembro de 2008

lugar de reencontros...

 

este é um lugar de reencontros.

há novos amigos quem chegam

que transpiram da poesia as emoções que não podem conter...

esse encantamento que vos une...

que nos prende no interior dessa latitude distante...

é-nos naturalmente comum. aproxima-nos!

muito para além da simples virtualidade.

porque, como disse, "o amor é de verdade"

verdade que tantas vezes rejeitamos,

a toda a hora!

seres miseráveis, de sonhar apenas,

o amor que temos ou tivemos nas mãos!?...

impregnado na alma e no corpo!!!

que alimenta e destrói

para que o ciclo da vida seja o ciclo do amor

um renascer de paixões

alheias ao tempo e às estações do ano

pois que afinal a Primavera e o Outono

não serão assim tão diferentes

no doce olhar de quem ama…

indistintamente

as tonalidades e os aromas

inebriantes das flores

onde nos detemos…

 

publicado por Latitudes às 17:37
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 11 de Novembro de 2008

regard...

 

quels seront les mots qui peuvent

prendre le regard que je cherche

de toi?...

publicado por Latitudes às 20:23
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 8 de Novembro de 2008

por um PAC feliz...

 

os dedos são uma extensão

desse profundo que não se espera...

a ponte entre o sentimento que emana do interior

e o reflexo que se recebe...

desse encantamento!!!

publicado por Latitudes às 10:13
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 1 de Novembro de 2008

JÁ DISPONÍVEL…

JÁ DISPONÍVEL… o meu livrinho.

O meu agradecimento aos Amigos que o adquiriram e aos que já efectuaram a encomenda.

A quem não enviou o seu endereço, fica aqui o meu pedido para que o façam através do e-mail latitudes@live.com.pt , disponível também para quaisquer outros esclarecimentos…

 

tudo é frio às nossas mãos...

tudo é vazio!

deixamos que toda a convergência se dissipe

como quem semeia solidão

e então…

tudo é ausência!

 

publicado por Latitudes às 19:34
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.João Ramos

.pesquisar

porque a riqueza está
na diversidade...
não à uniformização...
"as imagens possíveis.../ neste lugar ao sul no meu/ interior nordeste/ uma viagem à minha / geografia interior/ lugar onde sou e que sou, sempre!.../ ainda que em Latitudes ausentes/ buscando uma longitude constante” Mário João Page copy protected against web site content infringement by Copyscape


com a ferramenta possível... possivelmente o melhor de mim

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.links

oferecido por...(clica no selo)

.Carmen Ayerra

fiquei deslumbrado com esta pequena bruxinha... mágica poesia que se lança como um feitiço aos olhares mais desencantados...
fado português... fado meu... vida minha...
RSS